19
May

Muitas mulheres em todo o mundo já foram mães e a maioria delas trabalha, algumas talvez a partir de casa!
Uma mãe “trabalhadora em casa” é uma empresária que cuida dos filhos enquanto trabalha.

Uma empresária que conduz o negócio em casa, pode fazê-lo por uma série de razões:

  • precisa ter flexibilidade para planear o seu tempo entre trabalho e família,
  • quer ter a possibilidade de definir e trabalhar no seu horário,
  • quer reduzir os gastos com os seus filhos e familiares e ainda assim cumprir as obrigações sociais.

Esta classe de empresárias, com o Emprego em Casa, também poupam muito em termos de Tempo e Dinheiro.

O principal objectivo de uma mãe que trabalha em casa é integrar o seu tempo nos negócios com as responsabilidades parentais, sem perda de rendimento ou de Oportunidades.

O espírito da integração do trabalho em casa com a parentalidade pode ser alcançado, reunindo o uso do tempo e do espaço, gerindo a família e os negócios com flexibilidade.

Uso do Tempo e do Espaço: levar as crianças nas viagens de negócios, programar as actividades quando as crianças estão a descansar e explicar às crianças o conceito de um escritório que aceita a sua presença.

Gerir a Família e o Negócio: quando os seus parceiros sabem que a parentalidade é uma prioridade sua, eles certamente vão coordenar consigo a utilização do tempo para cuidar das crianças.
Quando as crianças crescerem, obtenha a sua ajuda para realizar pequenas tarefas. Elas certamente ajudam quando a mãe tem o o emprego em casa. Isto contribui também para que as crianças tenham um crescimento responsável.

Flexibilidade: gerir as próprias horas de trabalho, ajudam a mãe que trabalha em casa, a executar as tarefas em momentos adequados e em períodos mais curtos do que num processo contínuo.

História das mães que trabalham em casa: A integração empresarial com a parentalidade já existe há muito tempo. Desde que há comerciantes e artesãos.

Estas classes de empresários trabalhavam normalmente mais perto das suas casas, com as crianças a viver e a brincar lá ao fundo. Somente circunstâncias históricas como a Revolução Industrial, afastaram as crianças para longe dos locais de trabalho dos pais.

No entanto, a evolução recente da dupla Pais-Trabalho (devido ao constrangimento económico), provocou um vazio na parentalidade, que por sua vez deu origem ao conceito do trabalho/vida, fazendo das Mães com o Emprego em Casa, uma possibilidade viável e sensata.

Related Posts with Thumbnails


Leave a Reply: