8
Oct

As dicas da consultora de carreira Regina Silva, do Instituto Gyrasser.

1. Capriche no visual
Por estar em ambiente doméstico, é grande a tentação de não se arrumar ou até mesmo de dar expediente de pijama. Não caia nessa. Vista-se como se fosse trabalhar fora. ”É uma forma de valorizar para você mesma a sua atividade, além de manter a auto-estima em dia.”

2. Contatos pessoais
Não descuide de seus clientes ou colegas de profissão. Reserve espaço em sua agenda para pelo menos um almoço ou happy hour por semana com eles. Assim você fica em contato com as novidades de sua área de atuação, além de construir uma rede de relações que poderá ajudá-la a conseguir contratos e outros negócios.

3. Administre seu negócio
Cabe a você cuidar dele. Portanto, tem que dominar alguns conhecimentos sobre gerenciamento. Vale manter uma agenda de cursos de atualização, como os oferecidos pelo Sebrae, que são feitos sob medida para pequenos empreendedores.

4. Limites
Defina com as pessoas da casa – filhos, marido, empregada – as situações em que você pode ser interrompida quando estiver trabalhando. Parece óbvio, mas sem isso eles não a deixarão em paz.

5. Crie seus horários
Em um emprego convencional, você tem hora para entrar, para almoçar e para ir embora. Em casa, convém impor esse mesmo esquema, disciplinando-se.

Elas optaram por trabalhar em casaPatrícia precisava de horários flexíveis

Até sete anos atrás, a mineira Patrícia Costa, 40 anos, levava uma vida de executiva, sem tempo para nada. Formada em direito, fez carreira na área de marketing e treinamento e, empregada num banco em São Paulo, viajava pelo Brasil inteiro coordenando cursos. Tinha completado sete anos de casamento e planejava o primeiro filho. ”Com aquela rotina maluca, não daria conta. Precisava de uma ocupação com horários mais flexíveis. A ruptura foi radical: saí do emprego e fiquei um ano pesquisando alguns mercados, decidida a abrir um negócio próprio”, diz. Hoje, atua como consultora de feng shui no escritório montado em seu apartamento – e, assim, pode cuidar melhor de seu filho, Vitor, de 4 anos.

Sandra quis montar seu próprio negócio

Sandra Raiher, 41 anos, era vendedora técnica de uma fábrica de pisos especiais para hospitais e outras instituições, em São Paulo. Desligou-se da empresa há três anos e, como tinha contatos na área e entendia bem do negócio, resolveu trabalhar como autônoma gerenciando a colocação desses pisos. Executa grande parte das tarefas planejamento e administração em casa. Só vai ao canteiro de obras para supervisionar o serviço, a cargo de 11 operários.

Home office, a nova modalidade adotada por empresas

Recursos como o das videoconferências e o da internet estão abrindo caminho para um número cada vez maior de mulheres e não apenas para as que atuam por conta própria. ”Hoje, várias empresas oferecem a seus colaboradores a alternativa de trabalhar em home office”, observa Baroni. É o caso da economista paulista Patrícia Volpi, 32 anos, consultora da Yankee Group, multinacional do ramo de telecomunicação. Ela vai ao escritório apenas uma vez por semana e nos demais dias trabalha em casa. ”Faço pesquisas, produzo relatórios e troco informações com outros consultores, de outras cidades, por telefone, chats ou pelo messenger. Tudo o que preciso é de um laptop”, assegura. ”As ligações telefônicas de trabalho são feitas através de uma central de 0800, assim a conta é cobrada diretamente da empresa”, explica.

Fonte: http://www.fofoki.com/noticias/trabalho-casa-5-dicas-para-ser-produtiva

Related Posts with Thumbnails


2 Responses to “Aprenda Como Estabelecer Uma Rotina de Trabalho em Casa”

  1. Mariana Nunes
    15:24 on May 16th, 2011

    Olá,Tenho 22 anos e atualmente atuo como auxiliar administrativo em uma empresa privada. Gostaria de trabalhar por conta propria, porem tenho duvidas em relação em o que abrir ?
    Se possivel gostaria de receber algumas dicas a respeito.

    Grata,

    Mariana Nunes.

  2. EmpregoEmCasa
    20:37 on May 16th, 2011

    Oi Mariana,

    Há mesmo muitas coisas que pode fazer! Já pensou em explorar a Internet?

    Ganhar dinheiro na Internet já não é um mito nem uma ideia absurda e irrealista.
    Apesar de durante algum tempo muitas pessoas não acreditarem, hoje, quem está dentro do meio, sabe perfeitamente que isso é realmente possível.

    Mas então, porque será que as pessoas têm tanto medo de arriscar quando falamos de negócios online?

    É verdade que nem todos têm a capacidade de começar o seu próprio negócio, seja um negócio físico ou virtual. Mas existem também aqueles que continuam a nutrir um certo receio particular em começar o seu próprio projecto online.
    A necessidade de gastar dinheiro para comprar um domínio e alojamento para um site afasta das possibilidades de alguns começar um site para vender na net.

    Começar uma empresa nos dias de hoje é difícil e requer muito trabalho, paciência e principalmente, dinheiro. Só o aluguer de um espaço pode ser uma dor de cabeça e provavelmente vai trabalhar durante alguns meses apenas para pagar as despesas. Isto para não falamos em quão difícil está o mercado nos dias que correm, pois o poder de compra caiu bastante.

    Se montar um negócio online o gasto não só será irrisório quando comparado com o exemplo anterior, como mais rapidamente poderá ganhar algum dinheiro. Além disso, têm muito mais probabilidades de ser bem-sucedido do que se começar um negócio tradicional. As formas de ganhar dinheiro na internet são variadíssimas e com certeza encontrará uma área do seu interesse. Pesquise um pouco e verá que existem diversas formas já testadas para aumentar os seus rendimentos.

    E com um investimento tão baixo, é só uma questão de fazer uns ajustes para conseguir lançar a sua ideia ou negócio. Seja dono do seu tempo, escolha quando, como e onde quer trabalhar e
    Faça aquilo que se sente feliz a fazer!

    Fonte: http://www.VenderNaNet.com

Leave a Reply: